MENU


II Congreso: "En Teoría hay mujeres (en teoría)".

Suspendido

Suspendido por causa das medidas sanitarias frente ao CODV-19




O II Congresso "II Congresso: En Teoría hay mujeres (en teoría)" é a contribuição da Cátedra de Cultura Jurídica para dar continuidade à primeira edição, que teve lugar na Universidade Pompeu Fabra nos dias 27 e 28 de setembro de 2018, atingindo um alto nível acadêmico um grande impacto nacional e internacional. A iniciativa, resultado da colaboração entre um grupo de pesquisadoras em filosofia do direito da Universidade Pompeu Fabra e da Universidade de Girona, é uma maneira essencial de reverter a sub-representação das mulheres no campo da filosofia do direito e promover a formação de redes de pesquisadoras e professoras para reforçar a visibilidade dos seus trabalhos.

Nessa ocasião, a Cátedra de Cultura Jurídica abre as portas da Faculdade de Direito da Universidade de Girona, nos dias 16 e 17 de abril, a estudantes, professores e profissionais interessados ​​em analisar diferentes aspectos teóricos e aplicados da filosofia e teoria do direito. O congresso contará com palestrantes e colegas de renomadas universidades de países como Argentina, Chile, Espanha, Itália e Reino Unido.

Os objetivos dessa segunda reunião são os seguintes:

  • Promover a visibilidade das mulheres que pesquisam e ensinam teoria do direito e valorizando seu trabalho.
  • Estabelecer redes de contatos entre mulheres dedicadas à teoria do direito.
  • Posicionar a Universidade de Girona como uma universidade de referência não apenas em relação à teoria do direito, mas também em questões de gênero
09:00 - 11:00  Teoria do direito
Palestrante: Maris Köpcke (University of Oxford): "La cara oscura de la validez jurídica".
Contrapalestra: Natalia Scavuzzo (Università degli Studi di Genova)
Coordina: Lorena Ramírez (Universitat Pompeu Fabra)
11:00 - 11:30 Coffee break
11:30 - 13:30 Filosofía do direito privado
Palestrante:  María Guadalupe Martínez  Alles (Universidad de San Andrés):
"La dimensión retributiva del derecho de daños. La perspectiva de la víctima".
Contrapalestra:  Magdalena Bustos (Universidad de Chile)
Coordina:  Margarita Martínez (Universitat de Girona)
13:30  - 15:00 Pausa almoço
15:00 - 17:00 Razocínio Probatorio
Palestrante  Marina Gascón (Universidad Castilla-La Mancha):
"Razonamiento Probatorio". 
Contrapalestra:  Flavia Carbonell (Universidad de Chile)
Coordina:  Carmen Vázquez (Universitat de Girona)
17:30 - 19:30 Racionalidade legislativa
Palestra:  Gema Marcilla (Universidad Castilla-La Mancha): "La configuración de los delitos sexuales: un reto para la racionalidad legislativa".
Contrapalestra:  Roberta Simões Nascimento (Universidad de Brasilia)
Coordina:  Carolina Fernández Blanco  (Universitat de Girona)
09:00 - 11:00  Filosofía del Derecho Internacional 
Ponente: Patricia Mindus (Uppsala University)
"A Philosophal Trun in Migration Theory"
Contraponente: Laura Sánchez de la Sierra (Universitat Pompeu Fabra) 
Coordina:  María Victoria Inostrosa (Universitat Pompeu Fabra
11:00 - 11:30 Coffee break
11:30 - 13:30 Mesa redonda sobre derecho y género
Ponente:  Isabel Fanlo (Università degli Studi di Genova) 
"Estereotipos de geénero y papel del derecho. Un enfoque iusfeminista" 
Contraponente:  Paola Bergallo (Universidad Torcuato Di Tella)
Coordina:  Laura Manrique (CONICET - Universitat de Girona)
13:30 - 15:00 Pausa almoço
15:00 - 18:00 Talher de encerramento
Maria Isabel Ponferrada 
"¿Cómo investigar con perspectiva de género" 
 
Veja aqui o fundo que a Biblioteca da Universidade de Girona compilou relativo à prova e a o raciocínio probatório com motivo do Congresso Mundial de Raciocínio Probatório.

Palestrantes

Marina Gascón (Universidad de Castilla-La Mancha)

Leia mais

Marina Gascón (Universidad de Castilla-La Mancha)

Professora de Filosofia do Direito na Universidade de Castilla-La Mancha e diretora do Mestrado em Direito da Saúde e Bioética. Colabora em programas de pós-graduação em universidades espanholas, italianas e de América Latina. Tem centrado a sua investigação na filosofia política, bioética, justiça constitucional e teoria de argumentação, com especial atenção para no raciocínio probatório. As suas publicações neste campo são: “Los hechos en el Derecho. Bases argumentales de la prueba”  (1999); “Sobre la Posibilidad de Formular Estándares de Prueba”(2005); “Freedom of Proof” (2005); “Prueba del nexo causal en la responsabilidad por daños” (2009); “Razones científico-jurídicas para valorar la prueba científica: una argumentación multidisciplinar” (2010); “Prueba científica: mitos y paradigmas” (2011); “Conocimientos expertos y deferencia del juez” (2016).
.

Patricia Mindus (Uppsala Universitet)

Leia mais

Patricia Mindus (Uppsala Universitet)

Patricia Mindus é professora de filosofia prática e diretora do Uppsala Forum for Democracy, Peace and Justice. Também a primeira professora de filosofia prática da Universidade de Uppsala desde a sua fundação em 1477. Suas linhas de pesquisa são realismo jurídico, a teoria da democracia e da imigração. Sua pesquisa atual é sobre políticas de cidadania e imigração na UE, com uma perspectiva de teoria política e jurídica. Tem desenvolvido a teoria do funcionalismo da cidadania e atualmente é membro da Academia Wallenberg. É presidente da URA sueca e é editora de seção da Enciclopédia de Filosofia do Direito da URA. Tem escrito um livro sobre o fundador do realismo escandinavo que foi amplamente reconhecido. O seu  mais recente é sobre cidadania europeia depois do Brexit. 


Isabel Fanlo Corts (Università degli Studi di Genova)

Leia mais

Isabel Fanlo Corts (Università degli Studi di Genova)

Gema Marcilla (Universidad de Castilla-La Mancha)

Leia mais

Gema Marcilla (Universidad de Castilla-La Mancha)

María Guadalupe Martínez Alles (Universidad de San Andrés)

Leia mais

María Guadalupe Martínez Alles (Universidad de San Andrés)

Maris Köpcke (University of Oxford)

Leia mais

Maris Köpcke (University of Oxford)

Maribel Ponferrada Arteaga (Universitat Autònoma de Barcelona)

Leia mais

Maribel Ponferrada Arteaga (Universitat Autònoma de Barcelona)

Contrapalestrantes

Laura Sánchez de la Sierra (Universitat Pompeu Fabra)

Leia mais

Laura Sánchez de la Sierra (Universitat Pompeu Fabra)

Laura Sánchez de la Sierra tem um duplo diploma em direito e ciências políticas pela Universidade Autônoma de Madri e um mestrado em filosofia política pela Universidade Pompeu Fabra, onde atualmente trabalha pelo doutorado. Sua pesquisa se concentra na migração, mudança climática e justiça global.


Roberta Simões Nascimento (Universidad de Brasilia)

Leia mais

Roberta Simões Nascimento (Universidad de Brasilia)

Roberta Simões Nascimento é doutora Cum Laude em Direito pela Universidade de Alacant/Alicante (Espanha).  Doutora e Mestre pela Universidade de Brasília. Professora ad honoren da Universidade de Brasília. Advogado do Senado Federal no Brasil desde 2009


Magdalena Bustos (Universidad de Chile)

Leia mais

Magdalena Bustos (Universidad de Chile)

Paola Bergallo (Universidad Torcuato di Tella)

Leia mais

Paola Bergallo (Universidad Torcuato di Tella)

Natalia Scavuzzo (Università degli Studi di Genova)

Leia mais

Natalia Scavuzzo (Università degli Studi di Genova)

Doutoranda em Filosofia do Direito e Bioética Legal pela Universidade de Gênova, Itália. Advogada e Mestre em Direito e Argumentação Jurídica, ambas graduações obtidas na Faculdade de Direito e Ciências Sociais da Universidade Nacional de Córdoba, Argentina. Membro da equipe editorial da revista "Analisi e diritto". Atualmente sob contrato de pesquisa no Instituto Tarello de Filosofia do Direito da Universidade de Gênova. Seu trabalho de pesquisa centra-se na análise do discurso normativo, o estatuto epistemológico da ciência do direito e questões de metodologia na teoria do direito.

Inscrição